sábado, 9 de fevereiro de 2008

5 – A Dama do Metrô

Ninfomaníaca?
Ela uma ninfomaníaca diziam as amigas. A primeira vez que viu essa palavra foi no filme Teorema, de Pasolini. Mas no filme a personagem torna-se ninfomaníaca para ficar mais perto do Anjo que a seduzira. Com isso tinha, cada vez que dormia com um rapaz, o Anjo que ela não podia ter mais. Era uma maneira de se santificar.
O que as amigas não entendiam era o furor uterino que não a deixava sossegada. Precisava
aplacar essa desenfreada patologia uterina.
Acendeu um cigarro. Soltou uma longa baforada.
Tomando seu chope tranqüilamente observava os pedestres em seus afazeres burocráticos ou porque tinham aonde ir. Cansada da insana noite, queria no momento dormir. No entanto, sentada na lanchonete, ouvindo conversas esparsas, prestando atenção aqui e ali, no fundo, as amigas, tinham um quê de verdadeiro. Sentia necessidade de provocar a sexualidade alheia, principalmente à masculina. Era um desafio que propunha a ela mesma sair vencedora. Até o momento, achava-se vencedora. Não tinha um Anjo, ou dizendo mais literariamente, não tivera um Anjo que a seduzira.
Talvez sua primeira aventura?
Não, não foi e nem poderia considerar como sendo, porque o caráter da sedução era outro, tinha um outro propósito.
No filme o Anjo simplesmente apareceu e abriu os olhos da personagem, demonstrando a ela, a vida monótona e insípida em que vivia. Enquanto que ela, não tinha e não precisava de um Anjo para abrir os seus olhos.
Não tinha uma vida monótona e insípida, sua vida foi sempre cheia de aventura...
04.10.06
pastorelli

4 comentários:

poetas_lusófonos disse...

Não entendo, entre um paragrafo e outro, clico duas vezes o enter, puxo uma linha para aqui outra para lá e, quando publico sai da formatação, não entendo...

poetas_lusófonos disse...

Ah! outra coisa, como faço para corrigir o texto já publicado? Osvaldo.

maria fro disse...

Osvaldo quando estiver linkado pode clicar em postagem e acima da página de nova postagem, tem um link editar postagem, clique lá e edite o que deseja.

Para vc não encher a postagem de macro nunca copie e cole de uma página de rede ou do word, porque a formatação dos lugares de origem vão para o blog e às vezes as macros entram em conflito e vira uma bagunça.
Melhor é copiar seu texto em um bloco de notas (daí a formatação é limpa) e do blog de notas levar para o blog e aí vc poderá dar a formatação que desejar.
Abraços
Frô

poetas_lusófonos disse...

Obrigado Frô. Esqueço do bloco de notas. Osvaldo